• Ana Stier

#Intercâmbio - Malta




Namastê viajantes,




Você que é um jovem intercambista e está a procura de um lugar badalado para a sua próxima viagem, o seu lugar é Malta. Estive neste pequeno país que é também uma ilha rodeada pelo mar mediterrâneo e me encantei com o lugar. Malta é pequena, mas um país com infraestrutura ideal para receber os intercambistas de todo o mundo. O custo de vida não é dos mais baratos, estamos falando da Europa né?! Mas mesmo assim comparando com Itália e França por exemplo é o país que tem o menor custo de vida.

Viajar é maravilhoso e poder conhecer culturas e pessoas é mais ainda. Se você só está na vontade de fazer intercâmbio mas ainda não conseguiu tirar do papel, então te convido a participar do sorteio de uma mentoria com a minha equipe. Vai lá no link no final deste texto, preencha o formulário e aguarde pois entraremos em contato.


Malta é um destino que tem chamado cada vez mais a atenção dos intercambistas, principalmente àqueles que adoram vida noturna, aliás é muito comum você ver bares seguidos um do outro lotados de turistas de todo canto do mundo.


Ainda no aeroporto de Malta precisamos pedir informação para saber como chegaríamos ao nosso destino. E é exatamente isso que eu quero dizer quando oriento vocês a viverem a vida em outro país mais parecida com os nativos possível. Peçam informações mesmo sem precisar, leiam folhetos, rótulos, cardápios, sentam num café e façam um pedido. A imersão cultural começa nesses pequenos comportamentos.


Malta tem os dois extremos, um país de muitas festas e super voltado aos jovens e também a calmaria da natureza que rodeia a ilha. Dessa vez tive uma experiência diferente e fiquei hospedada na casa de uma brasileira e foi incrível porque mesmo ela sendo brasileira ainda assim pude viver a rotina e o dia a dia maltense.


Ta aí outra dica que eu gosto de compartilhar sempre com vocês. Mesmo que o destino do seu intercâmbio seja um lugar com muitos brasileiros, ainda assim é possível que você tenha uma experiência cultural bacana. O que você tem que fazer é fugir de onde os brasileiros estão, se hospedam em casa de família local, façam amizades com pessoas de outros lugares do mundo, aproveitem as oportunidades que as escolas de idiomas dão de fazer passeios com a sua classe, vão à parques, mercados andem de ônibus, enfim, tenham disciplina em estar o mais imersos possível.

Por falar em ônibus, em Malta tem um esquema muito legal que você paga 1,50 e pode usar qualquer linha de coletivo por até 2hrs.



Valletta




Valletta é a capital de Malta e foi lá que eu escolhi uma das 20 melhores escolas de idiomas para o seu intercâmbio. É curioso que o país é tão pequeno que as cidades são consideradas bairros.


Nesta unidade você pode escolher o tipo de curso que mais atende sua necessidade: Geral, preparatório para testes, junior, negócios, preparação de professores entre vários outros. A localização é privilegiada e muito próximo à bares, restaurantes, mercado e os locais históricos.


O que me chamou a atenção nessa escola foi a quantidade de alunos por sala, apenas 8, o que permite que o aluno tenha uma atenção bem individual. Os professores são super qualificados e experientes para os padrões internacionais e a metodologia de ensino é basicamente fazer com que o aluno use as principais técnicas (escrita, conversação, leitura) em situações rotineiras. A escola também tem um diferencial que me chamou atenção, está dentre as mais conceituadas na formação de professores.



Viajante, é legal você saber que há pouco tempo foi concedido ao estudante brasileiro o direito de trabalhar no país. Mas para isso é preciso que você faça um intercâmbio de pelo menos 3 meses ou mais. Sempre recomendo que se você tiver a possibilidade de fazer um intercâmbio de mais de 3 meses faça, pois é mais fácil conseguir o visto de estudante. Antes desse período o seu visto será a caráter de turista.



Outra coisa boa de fazer um intercâmbio em Malta é que fora das aulas você pode viajar pela região pagando muito barato nas passagens. Eu mesma paguei €7,99 na minha passagem para Turin, não é o máximo?!! Também vi passagem de Malta > Tunísia por menos de R$100,00.


Para quem tem dúvida sobre o visto para este país, vou compartilhar com vocês a documentação necessária para o seu intercâmbio com período superior a 90 dias.


• Formulário de pedido de visto (a Mundial Vistos realiza o preenchimento para seus clientes). • Certificado internacional de vacina contra febre amarela

• O passaporte válido no mínimo de seis meses da data de embarque.

• Duas fotografias 3x5

• Um bilhete aéreo de regresso válido para o Brasil

• Dinheiro em moeda conversível ou cheques de viagem ou Cartão de crédito Internacional ou qualquer outro meio que garanta recursos em divisas (48 Euros por dia, conforme Lei em Malta). • Uma carta de aceitação da instituição de ensino, indicando o direito à admissão e detalhes no curso a ser realizado.

• Ou reserva de hotel ou contrato de aluguel de um imóvel como: apartamento ou casa.

• No caso de ficar em casa de uma pessoa ou uma instituição de ensino, o requerente deve apresentar uma declaração escrita pelo anfitrião que comprove o compromisso de sua acomodação.

• Seguro médico de viagem para cobrir eventuais despesas que possam surgir no âmbito de um repatriamento por razões médicas, assistência médica urgente e/ou tratamento hospitalar de emergência.

• O seguro deve ser válido em todos os Estados-Membros de Schengen (União Europeia), principalmente no hospital em Malta e cobrir todo o período da permanência, com a cobertura mínima é de 30.000 Euros


Não se esqueça de se inscrever neste formulário para concorrer uma mentoria com a minha equipe.


IR PARA FORMULÁRIO


  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Instagram Preto
  • Ícone do Youtube Preto