• Ana Stier

#Intercâmbio - Áustria




Namastê viajantes, ansiosos para viajar comigo para a Áustria?


Separei muitas informações para vocês que estão não só pensando em aprender alemão, mas também à procura de um destino histórico, artístico e cultural. A Áustria me surpreendeu e eu tenho certeza que vocês também vão se apaixonar por este país.


Tudo bem, eu sei que os destinos que venho compartilhando com vocês são um mais tentador que eu o outro mas depois de muitos anos viajando aprendi que na verdade não somos nós que escolhemos o destino da nossa viagem, mas ele sim nos escolhe. Se conecte com esse chamado, com a necessidade da sua alma e eu tenho certeza que você estará no lugar certo, na hora certa.


Para te dar uma mãozinha estou oferecendo uma mentoria com a minha assessoria de intercâmbio. Vai no link no final deste texto, preencha o formulário que preparei para vocês e concorra.



Áustria é uma ótima opção para o seu intercâmbio, as pessoas são muito amigáveis, receptivas e cabeça aberta, eles adoram receber os intercambistas e muitos dizem que são mais comunicativos que os alemães. É considerada uma das economias mais desenvolvidas do mundo, podemos dizer que o país “anda com as suas próprias pernas” há muitos anos. Além de ser muito potente na produção de cimento, artigos de couro, vidro, equipamentos elétricos e automóveis, o país não depende dos vizinhos Suíça, Eslováquia e até a Alemanha para ser um destino atraente para turismo e estudo. Foi em 1995 em que a moeda oficial passou a ser o Euro, antes era o Xelim austríaco.


Áustria também conserva com muito orgulho a memória de seus artistas do passado como Mozart, Strauss e Freud. E é claro que o país carrega muitas influência destes renomados artistas pelas cidades.


Em Viena mesmo, onde escolhi uma das melhores escolas para você estudar o alemão e que também é a capital da Áustria, fiquei maravilhada com tanta cultura e detalhes sobre sua história espalhados por todo lugar da cidade. Os imponentes palácios fazem você viajar no tempo e o mais impressionante é a forma como são cuidadosamente mantidos, quem conhece esses monumentos consegue sentir a energia de tantos séculos atrás, é realmente incrível. Se vocês amam mergulhar na cultura do país, vou deixar aqui algumas opções de pontos turísticos com histórias fascinantes para você conhecer durante seu intercâmbio em Viena.




  • HOFBURG: O Palácio Imperial de Hofburg fica bem no centro da cidade, é mais conhecido como o Museu Sissi. É lá que tem os principais pertences e histórias da imperatriz de Viena Isabel da Baviera. O valor da entrada varia entre 9 à 35



  • HUNDERTWASSERHAUS: Esse ponto turístico vocês não podem deixar de conhecer. É uma arquitetura construída pelo artista austríaco Friedensreich Hundertwasser que representa um edifício idealizado sem formas e muito colorido. Lembra muito as obras do arquiteto espanhol Gaudi.



  • MUSEUM OF ART HISTORY: Museu de História da Arte tem uma arquitetura de tirar o fôlego. É um dos mais antigos museus do mundo e se a grande fachada já chama a atenção, o conteúdo do monumento é ainda mais impressionante. Lá você vai encontrar coleções de antiguidades gregas, Coleções Egípcias, Galeria de Imagens, Tesouro Imperial de Viena, Coleções de instrumentos musicais históricos e uma infinidade de arquivos históricos.


Essas foram apenas algumas sugestões de lugares que você deveria conhecer quando estiver em Viena. Não se esqueçam do que sempre falo, independente do lugar em que você escolha fazer seu intercâmbio, viva a cultura local, conheça os lugares históricos e adquira hábitos mais parecidos possível com os nativos. Quanto mais imerso você se permite em estar ao local mais você sente a diferença no aprendizado do idioma.



O que me encantou também em Viena é a vista que temos de qualquer ponto da cidade para as Cordilheiras dos Alpes. No inverno a cidade fica lotada de turistas que amam esquiar. A cidade é muito segura, os transportes públicos (trens, ônibus e bondes) são modernos e muito eficientes e a gastronomia é no mínimo curiosa porque é muito influenciada pela Alemanha, França e Suíça, mas podem ficar tranquilos porque o resultado é maravilhoso, vocês não passarão apertado na hora de escolher o que comer.


Um prato que vocês verão por lá é o Schnitzel, o nosso famoso bife a milanesa, mas de carne de porco. E quem ama um docinho assim como eu, vai se esbaldar nos doces austríacos que são uma verdadeira tentação. Dentre uma infinidade de opções Sachertorte é um dos mais procurados. Mas engana-se quem pensa que é apenas um bolo de chocolate. A sobremesa é uma generosa torta de chocolate que leva recheio de damasco e mais uma generosa cobertura de chocolate. Hmmm, me deu água na boca.



Viajantes, mudando um pouco de assunto, conheci muitas pessoas que questionam o sotaque de algumas regiões. É um assunto importante porque esse não pode ser um empecilho para o seu intercâmbio. É só você pensar que mesmo aqui no Brasil você não deixa de falar o português só porque vai viajar para o Nordeste, por exemplo. A língua mãe é a que prevalece. Lá fora não é diferente, se você quer aprender outro idioma não é o sotaque que vai te impedir, ok?!


Aliás, na escola que eu escolhi em Viena senti um comprometimento muito grande dos professores com os alunos com relação à isso. E foi durante as aulas que também percebi como realmente as pessoas estão dispostas a te ajudar. Eu sempre achei que aprender alemão fosse um bicho de sete cabeças, mas a dinâmica dos professores, o fato de serem nativos, o auxílio que existe entre os alunos e a leveza como a aula é ministrada tornam o aprendizado do idioma ainda mais acessível.


E já entrando no assunto, porque estou ansiosa para contar para vocês sobre a escola que escolhi entre 20 melhores do mundo, a escola de Viena é simplesmente demais.

Ela está localizada na região central de Belvedere, próximo a restaurantes, mercados, parques e alguns pontos turísticos. Em sua estrutura interna as salas são equipadas com ar condicionado, biblioteca multimídia e os materiais didáticos são atualizados e modernos.



A escola oferece vários tipos de curso como alemão para negócios, preparação para universidade, para experiência de trabalho e até alemão focado em esportes de inverno. Como eu disse no início do texto, a cultura local é tão forte que influencia várias outras atividades, como a aula de alemão e música por exemplo, considerando que a música erudita é um dos símbolos da cidade.




Eu também adoro quando a escola se preocupa com a imersão do aluno não só dentro da classe, mas também proporcionando passeios extras sala de aula. E aí vai de acordo com o seu interesse. Tem atividades voltadas à interesses culturais, esportivas e até excursões às cidades vizinhas como Salzburg, região de Wachau, Budapeste e Lago Neusiedl nos fins de semana. Quer imersão melhor que essa? Quando a escola oferece atividades assim, não tem como não aprender o idioma.


Ana, a escola também oferece acomodação?


Sim, você pode escolher entre morar na própria escola, morar em casa de família, em um apartamento compartilhado ou em casa de estudante. Os valores variam muito de acordo com cada perfil de hospedagem e mesmo que todas essas opções possam te oferecer muito aprendizado, a casa de família é a que mais me agrada por poder nos proporcionar de fato a convivência e o dia a dia de um nativo, isso torna o aprendizado ainda mais profundo.



Sobre o visto


Para viagem à turismo/estudo ou trabalho à Áustria, brasileiros não necessitam de visto respeitando o prazo de 90 dias. Excedendo este período o estudante deve dar entrada

no visto de permanência ou visto temporário.


Viajantes, aposto que vocês amaram a Áustria, mas caso ainda tenha ficado alguma dúvida, não se esqueça de acessar o link abaixo e concorrer uma mentoria com a minha assessoria de intercâmbio.

IR PARA FORMULÁRIO

Beijos e até o próximo destino


  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Instagram Preto
  • Ícone do Youtube Preto