• Ana Stier

#Intercâmbio - Alemanha - Parte 2



Hallo viajantes, Nossa peregrinação pela Alemanha ainda não terminou. Regensburg, o seu próximo destino, tem mais ar de metrópole mesmo sendo uma das cidades com tanta qualidade de vida como a de uma cidade pequena. No post anterior falamos sobre estudar alemão em Münster que tem um estilo de vida de uma cidade menor é também muito mais conectado com a natureza, a cidade que boa parte de seus habitantes são universitários e onde estão excelentes universidades públicas. Se você ainda não leu o artigo sobre a cidade de Müster então corre lá porque as duas cidades do país, tanto Müster quanto Regensburg, são ótimas opções para você estudar o idioma. Vou deixar o link pra você aqui: https://www.anastier.com/post/intercambio-alemanha

Regensburg (ou Ratisbona na tradução do português) te faz sentir dentro de uma cidade cinematográfica. Quem ama cidades no estilo medieval vai simplesmente amar Regensburg, porque as construções foram mantidas intactas desde os séculos passados e ela fica bem pertinho de Munique (apenas 120 km).


O povo alemão é inconfundível né?! Fiz um passeio de barco pela cidade de Regensburg e ao entrar no barco me deparei com xícaras, colheres e guardanapos enfim tudo milimetricamente em seu devido lugar. Na mesa ao lado a mesma coisa. Isso também me encanta na Alemanha, tudo é muito organizado e por isso acredito que as coisas funcionam no país.



No fim de semana visitei junto com a minha turma da escola de alemão o Templo de Walhalla, que fica bem próximo da cidade de Regensburg. O Templo reúne as principais personalidades da história e arte alemãs e conta-se que Hitler esteve por lá duas vezes bem como o físico alemão Albert Einstein (na época paguei €2 para entrar no templo). Essa é uma das vantagens da escola que escolhi em Regensburg, os passeios extra sala de aula vão além de uma oportunidade de aprendizado da cultura local, mas é também conhecimento que ninguém pode te tirar que só essas atividades te oferecem.


Nessas ocasiões trocamos ideias com nossos colegas, falamos sobre a nossa cultura e ouvimos sobre sua cultura também. Para mim, é o combo perfeito do aprendizado, aquele que você pode unir atividades, conhecimentos culturais, fazer amizade e ainda praticar o idioma. Além do Templo de Walhalla, são tantos outros passeios extraordinários pela cidade, aliás, só de sair na rua você já respira a cultura alemã, é impressionante. O que eu também notei na Alemanha é que em praticamente todas as cidades do país tem uma Catedral histórica, bem estilo medieval mesmo, altas, onde cada detalhe conta uma história, são imponentes construções que não sofreram quase nenhuma mutação com o passar do tempo. Imaginem vocês que a Regensburg Cathedral, a mais importante da região, começou a ser construída em 1260, essa tem história pra contar! Caminhando pelo centro você reconhece a originalidade da cidade, tudo ainda permanece como antes, quando ainda era considerada uma das cidades mais importantes da Alemanha no século 19. Regensburg mesmo que às vezes parece estar parada no tempo cresceu, evoluiu e hoje abriga mais de 25 mil estudantes em sua cidade. A vida cultural é rica em atrações, a cidade promove muitos festivais de Jazz, cinema ao ar livre, festas de verão, Bürgerfest (Festa da Cidade), feiras de antiguidades, concertos, teatros e claro as famosas festas que lembram muito a Oktoberfest de Munique. Enfim, são muitas opções de entretenimento para todos os gostos.

A Alemanha em geral é maravilhosa porque você encontra um mix de nacionalidade gigante, pessoas do mundo todo procuram por este país e cidades como Regensburg em busca de qualidade de vida e estudos eficientes. Alguns festivais são os próprios estudantes que organizam e aí você entende como as pessoas, mesmo sendo de outros países, acabam se apaixonando pelos costumes locais.

O custo de vida para um estudante viver na cidade de Regensburg é de aproximadamente 500 euros p/ mês (moradia e alimentação), claro que, tudo depende muito da maneira como esse estudante vai viver, é apenas uma média. Com relação a escola os custos variam muito. Na unidade de Regensburg varia entre 400 a 3.000 euros dependendo do programa que contratar e também do tempo do seu intercâmbio. Mas ainda assim vale muito a pena pois a escola é uma das melhores do mundo para você aprender o alemão. Eu estive pessoalmente fazendo essa curadoria e garanto a qualidade do ensino. As aulas são diferentes de tudo o que encontrei por aí, ministradas por professores nativos, de forma tão dinâmica e divertida, não ficamos presos somente ao aprendizado quadrado de gramática, listening, etc, pelo contrário aprendemos através de jogos, brincadeiras, conversas. Outro ponto muito positivo da escola que eu escolhi na Alemanha é que eles se preocupam em não ter alunos da mesma nacionalidade na mesma sala, a gente sabe que na primeira dificuldade vamos querer nos comunicar através da nossa língua-mãe, então nesse caso, quando não tem outros estudantes da mesma nacionalidade na nossa classe, a gente aprende a se virar para nos comunicarmos. E o mais maravilhoso é que a unidade fica no centro da cidade de Regensburg pertinho de mercados, ponto de ônibus, restaurantes, bancos, etc A boa notícia é que, financeiramente falando, optar pelas acomodações que a escola oferece é muito mais vantajoso do que escolher outro tipo de hospedagem. Eles te auxiliam em absolutamente tudo. Você pode até mesmo morar na própria escola em um quarto individual mobiliado ou quarto compartilhado, os valores variam, dependem também do tipo de acomodação da sua escolha. Viajante, é muito importante você saber antes de viajar que terão muitos perrengues durante sua imersão. E eles são super necessários (e muitas vezes divertidos) em nosso intercâmbio. Você vai perceber que a todo momento vai ser empurrado para longe da sua zona de conforto. E isso é maravilhoso, porque as dificuldades que encontramos pelo caminho são essenciais para a nossa evolução não somente no idioma, mas também pessoal. Se você se abrir de corpo e alma para essa experiência vai notar primeiro: que é capaz de muito mais do que imaginava, segundo: que se você for mente aberta, vai perceber que uma imersão é também um desenvolvimento pessoal e terceiro: você vai ter muuita história para contar. Não desista de realizar o sonho do seu intercâmbio por esse motivo. Sobre o visto, seguem as mesmas regrinhas de Müster: Não é necessário visto se sua estadia for de no máximo 3 meses e se por um acaso você ficar mais que este período pelo país, você consegue providenciar o documento na Alemanha mesmo. Os documentos exigidos para entrar no país são: - Seguro Viagem - Hospedagem - Fundos para viagem - Passagem de retorno para o país de origem Se você amou a Alemanha mas ainda tem algumas dúvidas sobre o intercâmbio para este país, preencha o formulário neste link que deixei, vamos sortear uma mentoria com a minha assessoria de intercâmbio e te ajudar com todos os detalhes da sua imersão. Tenho certeza que depois de conversar com nossos mentores você vai tirar seu intercâmbio do papel. IR PARA FORMULÁRIO

Namastê



  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Instagram Preto
  • Ícone do Youtube Preto