• Ana Stier

COVID-19 e Viagens, o que fazer?

Atualizado: Mar 28


Namastê viajantes, Desde o surto do COVID-19 em nosso país, milhares de pessoas estão em dúvida sobre quais medidas devem ser tomadas a respeito de sua viagem, seja ela nacional ou internacional. Pensando nisso, reuni as principais informações neste documento com o intuito de te ajudar a reorganizar seu roteiro. Antes de mais nada sugiro à você que tem passagens compradas para daqui 20 dias ou mais - caso precise - opte pelo atendimento via site ou e-mail da respectiva cia aérea. Evite usar as linhas telefônicas para não sobrecarregar os atendimentos daqueles considerados prioridades (os que estão fora do Brasil ou com viagens marcadas para daqui poucos dias). As empresas estão dispostas em solucionar o problema de seus clientes mas é preciso paciência até que tudo se acalme. E se você quer ficar por dentro das oportunidades que vão surgir depois do COVID-19 saiba mais sobre meu curso de passagens aéreas que agora eu também disponibilizei um módulo falando sobre as dificuldades em viajar por conta da onda coronavírus. Aproveito também para compartilhar com você as melhores promoções que já estão surgindo para você viajar mais e melhor. Acompanhe as principais medidas das cias aéreas para os próximos dias. > Para aqueles com voos - nacionais e internacionais - agendados para até 30 de setembro de 2020 pela companhia aérea GOL: Você pode cancelar sua viagem e manter o crédito integral para futuros vôos no período máximo de 12 meses a contar da data do vôo. Em caso de reembolso, você precisa cancelar sua viagem e solicitar o reembolso. As taxas de cancelamento não serão aplicadas, apenas a taxa de reembolso, caso haja. A cia aérea tem o prazo de até 12 meses para a devolução contando a partir do dia da solicitação. -

> Para aqueles com voos - nacionais e internacionais - agendados pela companhia aérea AZUL: Você poderá alterar a data do seu voo, sem custos, para voar até o dia 30 de novembro de 2020. Neste caso a diferença de tarifa será cobrada se a remarcação for para algum mês de “alta temporada” (julho, dezembro, janeiro e fevereiro) ou um dia antes e um dia depois de feriados ou feriados. Caso não exista mais o voo a passagem deverá ser convertida na utilização de créditos considerando o prazo de 1 ano da emissão Caso você queira mudar o destino, será aplicada a cobrança de diferença tarifária. Você poderá cancelar sua reserva sem custos deixando o valor da passagem como crédito para compras futuras respeitando o prazo de 1 ano (o valor é pessoal e intransferível) Você poderá solicitar o reembolso, sem custos, e o valor residual será reembolsado dentro do prazo de 12 meses a contar da data da solicitação

- > Para aqueles com voos - nacionais e internacionais - agendados pela companhia aérea LATAM: Você pode optar em remarcar seu voo (sem custo e apenas uma vez) mantendo a mesma origem, o mesmo destino e viajando na mesma cabine para voar até a data de validade do seu bilhete Caso você opte pelo cancelamento da sua passagem, poderá reprogramar o seu voo a qualquer momento até a data de validade do seu bilhete. Sua passagem será revertida integralmente em crédito em seu nome para ser utilizado em até no máximo 12 meses a contar da data do seu voo original. -

> Para aqueles com voos - nacionais e internacionais - agendados pela companhia aérea IBERIA: Caso você tenha uma passagem para voar até o dia 31 de maio, a cia aérea oferece a possibilidade de obter reembolso por meio de um voucher no mesmo valor do seu bilhete.

-

> Para aqueles com voos - nacionais e internacionais - agendados pela companhia aérea RYANAIR: Os passageiros poderão optar pelo reembolso total ou um crédito de viagem que poderá ser utilizado dentro do período de 12 meses

-


> Para aqueles com voos - nacionais e internacionais - agendados pela companhia aérea COPA AIRLAINES Passagens adquiridas até 31 de março Reembolsos e cancelamentos se aplicam de acordo com as condições das regras tarifárias

Caso você opte em remarcar o seu voo estará isento a taxa de alteração porém pode ser aplicado a diferença de tarifa

Caso você queira usar o valor da sua passagem em outra viagem futura você pode cancelar sua primeira reserva e planejar depois. Neste caso o valor do bilhete será mantido integralmente e poderá ser utilizado até 31 de dezembro de 2021 Você pode fazer a alteração de sua passagem podendo aplicar a diferença de tarifa considerando as condições da sua regra tarifária.

-

> Para aqueles com voos - nacionais e internacionais - agendados pela companhia aérea ROYAL AIR MAROC: A cia aérea emitirá um voucher no mesmo valor do bilhete original para utilização dentro do prazo de 12 meses.


-

> Para aqueles com voos - nacionais e internacionais - agendados pela companhia aérea AMERICAN AIRLINES: Se você tem passagem agendada para até o dia 31 de maio de 2020, você pode reservar novamente sem taxas de alteração Caso tenha reservado sua viagem para até 15 de abril de 2020 ou mais, você também poderá alterar sua reserva posteriormente sem taxas. ___________________ Regras para reembolso MAXMILHAS > Caso você tenha comprado a sua passagem através do site da Maxmilhas, poderá solicitar o cancelamento ou remarcação através do site. (minhas viagens > remarcar/cancelar > cancelamento e remarcação por Coronavírus) Regras para reembolso HOTEL URBANO > Se você efetuou a compra de sua passagem através do site Hotel Urbano você poderá entrar em contato diretamente com a companhia aérea para cancelamento. Depois de cancelado você poderá receber o reembolso em forma de crédito para utilização no período de 12 meses. Regras para reembolso/cancelamento/ alteração DECOLAR > Se faltam mais de 3 dias para a sua viagem, orientamos a você a aguardar porque as opções de alteração podem mudar. Regras para reembolso/cancelamento/ alteração AIRBNB > Se cancelar uma reserva, o valor do seu reembolso é determinado pela política de cancelamento do seu anfitrião considerando o tempo que falta para a sua viagem começar no momento do seu cancelamento Regras para reembolso/cancelamento/ alteração MELHORES DESTINOS > Se sua reserva foi cancelada pela empresa você tem direito a reaver seu dinheiro ou remarcar sua viagem sem custo na data que desejar. Caso queira cancelar por sua vontade ou por conta de medidas restritivas adotadas pelo governo, as empresas podem cobrar taxas para devolver o dinheiro, oferecendo o crédito para usar em outras viagens, sem custo, ou a remarcação com pagamento de eventuais diferenças de tarifas É importante você saber: “A principal mudança é o direito das empresas nacionais e internacionais reembolsarem passagens aéreas em 12 meses para pedidos feitos até o fim do ano, além do adiamento do pagamento de taxas de navegabilidade e de outorgas de aeroportos. Já os consumidores ficarão isentos das penalidades previstas nas regras tarifárias, mediante a aceitação do crédito do valor” (fonte: melhoresdestinos.com.br)



  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Instagram Preto
  • Ícone do Youtube Preto