Marrocos

Dentre uma viagem e outra pelo mundo várias transformações aconteceram comigo. Quando estive no Marrocos pela primeira vez, senti o chamado de organizar a primeira expedição entre mulheres para aquele lugar. Em Outubro de 2019 aconteceu a primeira viagem com vinte deusas que embarcaram comigo para um destino de muita cura. Naquele momento me dei conta do quão abençoada foi aquela missão. Estivemos juntas por 10 dias vivendo intensamente a energia do Marrocos, unimos nossa total energia em meditação por vários momentos do dia inclusive na frente de mesquitas onde as mulheres não são bem vindas. Foi realmente transformador. Tiramos momentos do dia para fazermos comprinhas em Marrakech nas feirinhas ao ar livre, um colorido sem igual. Também apreciamos as mesquitas, palácios e jardins. Cada paisagem de tirar o fôlego e quanto mais conhecíamos as belezas e energia do Marrocos, mais conectadas estávamos. E por mais que existisse muita conexão entre nós, a expedição foi também um convite para a reflexão individual e muito autoconhecimento. 
No deserto do Saara, andamos de camelo e ficamos nas exóticas tendas em meio às dunas e ali também rolou muita meditação e yoga. 
Viajante, é muito difícil transformar em palavras tudo o que vivemos e evoluímos nessa expedição. Só sei que devemos continuar a viver essa magia que o Marrocos traz para a nossa vida e pensando nisso a próxima expedição já está saindo do papel. Se você já amou ler um pouco da nossa viagem fique atento pois a data da próxima divulgaremos em breve. Desta vez reuniremos grupos de mulheres e também grupos mistos. O que posso adiantar é que o pacote inclui transportes terrestres, hospedagens, algumas refeições e passeios incríveis pela cidade. Então se você está sendo chamado para fazer essa expedição comigo, se inscreva. Irei selecionar um grupo de mulheres incríveis para viver essa experiência em mais uma expedição nesse destino surpreendente. 

 

1/27

02-12 de Outubro de 2019

  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Instagram Preto
  • Ícone do Youtube Preto